RSS Santa Clara do Sul - RS Notícias de Santa Clara do Sul/RS Sat, 19 Sep 2020 00:01:04 -0300 Sat, 19 Sep 2020 00:01:04 -0300 Zend_Feed_Writer 1.12.21dev (http://framework.zend.com) http://www2.urubici.sc.gov.br/rss Projeto de abertura de crédito de R$ 417,2 mil será votado na próxima sessão Fri, 14 Aug 2020 19:33:23 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1146/?projeto-de-abertura-de-credito-de-r-4172-mil-sera-votado-na-proxima-sessao.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1146/?projeto-de-abertura-de-credito-de-r-4172-mil-sera-votado-na-proxima-sessao.html Durante a sessão da Câmara de Vereadores dessa quarta-feira, dia 12, a Mesa Diretora reteve o projeto que autoriza o Poder Executivo a abrir crédito extraordinário no valor de até R$ 417.272,00. O presidente do Legislativo, Márcio Haas (PTB), entende que faltaram informações sobre os recursos citados, e adiantou que o texto vai para votação na próxima sessão..  

O encontro também teve pedidos de dois vereadores. Marcelo Foltz (PT) encaminhou dois pedidos ao Executivo. O primeiro destinado à Secretaria Municipal da Educação, solicitando informações de como está sendo avaliado o ano letivo com a pandemia, e se será considerado válido para os alunos. O vereador também pediu atenção às estradas do interior, pois considera que alguns pontos estão em condições precárias em virtude das chuvas.

Já Helena Lúcia Herrmann (MDB) encaminhou pedido à Administração Municipal para que veja a possibilidade da transferência dos quatro postes de luz das terras do Senhor João Luiz Weber para seguir o alinhamento da Estrada Geral indo a Nova Santa Cruz. Afirma que, como foi feito o desvio da rota para facilitar o trânsito, os postes permaneceram dentro da área de terras; mesmo já tendo encaminhado pedido à Certel, não tendo nenhum retorno.

Educação

Durante a sessão os vereadores também enalteceram a ação promovida pelas escolas do Município para lembrar o Dia do Estudante, com direito a carreata. Sobre o tema educação, Mauro Antônio Heinen (MDB) disse que professores e escolas de Santa Clara do Sul estão preparados para o retorno às salas de aula, assim que houver definição. Acredita que o governo estadual deveria dar autonomia para os municípios retornarem, pois observa que municípios menores vivem uma realidade bem diferente de cidades da Região Metropolitana.

Para o vereador, que atua como professor na rede municipal, a melhor maneira de ensinar é de forma presencial, pois considera que assim é possível acompanhar de forma mais adequada o trabalho e a evolução do aluno.

Diz que as aulas virtuais estão disponibilizadas na plataforma digital, as quais ficam gravadas, e informa que o mesmo material online é entregue em formato físico na casa do aluno que não tem internet. O vereador ainda destaca a possibilidade de explicações presenciais para aqueles alunos que não se demonstram comprometidos pelo meio remoto, assim como há reforço presencial para os alunos com dificuldades.

]]>
Vereadores aprovam parecer favorável do TCE sobre contas do Executivo em 2018 Mon, 10 Aug 2020 09:40:11 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1145/?vereadores-aprovam-parecer-favoravel-do-tce-sobre-contas-do-executivo-em-2018.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1145/?vereadores-aprovam-parecer-favoravel-do-tce-sobre-contas-do-executivo-em-2018.html Vereadores aprovaram na sessão dessa quarta-feira, 4, por unanimidade, o Decreto Legislativo N° 01-04/2020, que aprova o parecer emitido pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE), favorável à aprovação das Contas de Governo dos Administradores do Executivo Municipal de Santa Clara do Sul. O documento corresponde ao exercício de 2018, gestão do prefeito Paulo Cezar Kohlrausch e do vice Fabiano Rogério Immich, com fundamento no artigo 3° da Resolução TCE n° 1009 de 19 de março de 2014.

Pedido

O vereador Marcelo Foltz (PT) solicitou à Administração Municipal que informe quantas estufas para produção de orgânicos foram solicitadas com auxílio de R$ 1.000,00 cada, quais os produtores solicitaram e qual a quantidade para cada produtor.

]]>
Vereadores pedem que o Executivo custeie testes de Covid-19 Mon, 03 Aug 2020 13:58:42 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1144/?vereadores-pedem-que-o-executivo-custeie-testes-de-covid-19.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1144/?vereadores-pedem-que-o-executivo-custeie-testes-de-covid-19.html Os vereadores Márcio Haas (PTB) e Airton Teloken (PP) pedem que o Executivo custeie os testes laboratoriais para detectar a Covid-19 para os casos suspeitos no município, e sugerem a utilização de recursos livres da Saúde oriundos do governo federal. O assunto foi abordado durante a sessão da Câmara de Vereadores dessa quarta-feira, dia 29 de julho.

Para Teloken (PP), uma das possibilidades é usar parte dos R$ 200 mil recentemente captados por meio da emenda parlamentar de R$ 200 mil, do deputado Lucas Redecker. Justifica que este exame, de cerca de R$ 300,00, se torna caro para os pacientes, e que é a melhor forma de detectar o vírus, pois considera que o teste rápido não é confiável.

Ele e o vereador Haas lembram que o Município também recebeu R$ 858 mil junto à União, e que ambas as verbas podem ser usadas livremente na Saúde. “O dinheiro conquistado para a Saúde pode ser usado no custeio dos testes laboratoriais para aquela pessoa que está em casa com suspeita de Covid-19”, ressalta Haas.

 

Mudanças no Plano Diretor

Haas também abordou a questão do Plano Diretor, que segundo ele fere o direito adquirido das pessoas que construíram casas antes de Santa Clara do Sul ser emancipado. Entende que deveria ser revisto o projeto de lei de 2019, com a inclusão de uma emenda ou até mesmo fazer uma nova lei do direito adquirido. Como exemplo dos prejuízos aos munícipes, cita o caso de um morador que fez o projeto de construção no mesmo terreno de sua casa, construída em 1988, e que por isso foi multado por a casa estar distante 3,25 metros do asfalto, sendo que o mínimo deveria ser 4 metros.

]]>
Vereadores aprovam dois projetos por unanimidade Mon, 27 Jul 2020 16:39:58 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1143/?vereadores-aprovam-dois-projetos-por-unanimidade.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1143/?vereadores-aprovam-dois-projetos-por-unanimidade.html Vereadores aprovaram dois projetos por unanimidade na sessão da Câmara de Santa Clara do Sul, realizada na quarta-feira, dia 22. O projeto de Lei 32/2020 autoriza o Poder Executivo a abrir um crédito suplementar no valor de até R$ 100 mil para o custeio no sistema de abastecimento de água. O investimento fica a cargo da Secretaria de Infraestrutura.

Já o projeto 33/2020 autoriza o Poder Executivo a prorrogar, em até 180 dias, atendendo excepcional interesse público, o contrato temporário de Orientador Social, autorizado pela Lei Municipal nº 2448/2019.

 

Vereador pede mudanças na cobrança de IPTU

Marcelo Foltz (PT), encaminhou pedido à Administração Municipal para que seja estudada a possibilidade de criar uma lei que obrigue cada gestor no seu mandato a fazer a reavaliação dos imóveis em relação aos valores. Também solicitou a reavaliação da taxa cobrada de IPTU anualmente. “Que seja reduzida, em razão do ano difícil que estamos passando”. Dessa forma, acredita que será possível atrair mais investimentos.

 

Emenda de R$ 200 mil para a Saúde

Airton Teloken (PP) anunciou na tribuna a conquista de uma emenda parlamentar de R$ 200 mil, do deputado Lucas Redecker (PSDB), para ser utilizada em custeio da saúde, com recursos livres. O contato inicial surgiu em uma viagem dele e dos vereadores José Mathes (MDB) e Marcelo Foltz (PT) para Brasília, em agosto de 2019. Teloken acredita que devem chegar mais verbas para o Município, e que está em constantes contatos com os representantes dos deputados visitados.

 

Investimentos na Agricultura

Na tribuna, Edson José Mallmann (MDB) falou sobre ações realizadas por todas as gestões para fomentar a área rural, para manter a atividade no campo, e destaca na atual gestão o investimento em aterros para produção em diversos setores.

Ressalta que o setor primário na região é responsável por grande parte da economia, e informa que em Santa Clara do Sul, 100 das 617 propriedades do município representam 80% da arrecadação.

O vereador também traz dados de 2019 sobre incentivos do Município no meio rural: cheque incentivo, retorno ao produtor baseado na quantidade de sua produção, que resultou em investimento total de R$ 174 mil no ano; auxílio veterinário, no qual o produtor solicita veterinário e o Município paga R$ 36,00 para custear o deslocamento, o que representa no ano R$ 32 mil; auxílio inseminação, de R$ 26,00 pela corrida, que totaliza R$ 40 mil no ano; transporte de calcário, R$ 27 mil pelo serviço do transporte; subsídio na análise do solo, R$ 2 mil; convênio com a Emater, que até 2019 tinha três profissionais no Município, representou R$ 90 mil; auxílio com máquinas para obras diversas no meio rural, além dos subsídio em demais serviços, totaliza R$ 180 mil; e os incentivos do Milho Troca-Troca representou R$ 63 mil em incentivos.

Relata que além dos mais de R$ 600 mil investidos em 2019, foi adquirida uma retroescavadeira nova de R$ 250 mil com recursos próprios. “Os números comprovam que há bastantes incentivos”.

 

Poço artesiano em Alto Arroio Alegre

Mallmann também anunciou que o Município será contemplado com um poço artesiano da Funasa, que será perfurado em Alto Arroio Alegre. Informa que o Município contratou uma empresa para realizar o estudo geológico, o qual será encaminhado para a Funasa, sendo que o Exército fará a perfuração. Acredita que até o fim do ano o poço deverá ser concluído.

 

Donativos para atingidos pela enchente

Helena Lúcia Herrmann (MDB), na tribuna, agradeceu ao Movimento Popular pela ação que realizou junto ao Município para a coleta e doação de materiais para os atingidos pela enchente na região. Ela também fez uma prestação de contas sobre a destinação dos materiais: um caminhão com doações foi para Estrela e Arroio do Meio; um para Cruzeiro do Sul; um caminhão e uma camionete para Mariante, além de um carro com produtos de limpeza; e ainda duas Sprinter levadas exclusivamente pelos integrantes do Movimento Popular para Cruzeiro do Sul.

Diz que existe a Campanha do Agasalho em Santa Clara do Sul, feita pela Assistência Social, que é coordenada pela Secretaria da Saúde, com pontos de coleta em diversos comércios da cidade. Ressalta que ainda há muitas doações, e diante disso reafirma que os santa-clarenses são muito solidários.

 

Vereadores cobram antecipação na entrega de projetos

Márcio Haas (PTB) e Airton Teloken (PP) cobraram antecipação na entrega de projetos por parte do Executivo. Eles ressaltam que os vereadores precisam de tempo para entendê-los e avaliá-los da forma correta. “É preciso conversar, e não ficar assustado se algum vereador reprovar, abstiver ou segurar o projeto”, afirmou Teloken, em referência a abstenção dele e de outros dois vereadores acerca de um projeto da semana anterior, o que motivou críticas de Helena e Mauro Heinen (MDB).

Haas abordou o projeto sobre as alterações no Plano Diretor, que foi tratado por uma audiência pública de uma hora, com discussão sobre temas ao meio rural, o que considerou muito precoce para aprovação. Ele lamenta que os agricultores não foram ouvidos suficientemente e que também não foi discutido suficientemente o Plano Diretor. Entende que deveria ter sido feita uma Audiência Pública em cada bairro. Conta que na época cobrou os vereadores por terem aprovado um projeto de 60 páginas que havia entrado na Câmara dois dias ante. “Agora vêm as vírgulas, como o caso do Henrique Goettems, que arrancou um galpão e precisou pagar multa, ou como outro contribuinte, cuja casa foi construída muito antes da emancipação, e precisou pagar uma multa porque a casa está muito próxima do asfalto, que veio bem depois do casa”.

 

]]>
Câmara aprova moção de apoio ao Movimento Popular Fri, 17 Jul 2020 14:06:12 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1142/?camara-aprova-mocao-de-apoio-ao-movimento-popular.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1142/?camara-aprova-mocao-de-apoio-ao-movimento-popular.html Os vereadores da Câmara de Santa Clara do Sul aprovaram nessa quarta-feira, 15, a moção encaminhada pelo grupo Movimento Popular do município, que pede a manutenção dos direitos e a liberdade do trabalho em meio à pandemia (leia na íntegra a seguir). A partir de uma mobilização que já recolheu cerca de 550 assinaturas, o grupo quer mobilizar as câmaras do Estado e chegar até a Assembleia Legislativa e ao governo estadual. Além de Santa Clara do Sul, Farroupilha já aprovou a moção, que deve passar por votação em outros municípios.

A moção foi apresentada na tribuna livre da sessão do dia 1º. A Mesa Diretora, por meio do presidente, Márcio Luiz Haas, também pediu que o documento fosse encaminhado para “todos os deputados estaduais e câmaras de vereadores no maior número possível, começando pelo Vale do Taquari e gabinete do governador e vice-governador”. O pedido também foi aprovado por todos os vereadores. Na tribuna, os vereadores elogiaram a mobilização do grupo e, segundo um entendimento geral, a história pode estar sendo feita no Estado a partir da comunidade e da Câmara.

Cleiton Conrado Rambo, representante do Movimento Popular, agradeceu os vereadores pelo trabalho e pelo apoio em relação a moção. Na tribuna, reforçou que o intuito do grupo é buscar a garantia de direitos e defender a economia e o trabalho, sem descuidar da saúde. Diz que é possível trabalhar e cuidar da saúde na pandemia, e entende que do jeito que a questão é tratada pelo governo estadual as pessoas podem vir a sofrer danos irreversíveis por causa da situação econômica.

O movimento defende a adoção do sistema vertical de distanciamento, para proteger as pessoas do grupo de riscos, em especial os idosos. “O trabalho é o que mantém as pessoas e ainda as permite ajudar ao próximo”.

 

Grupo arrecada e doa alimentos, roupas e móveis

 

Cleiton enalteceu o fato de a comunidade santa-clarense ter se unido para ajudar as pessoas atingidas por enchentes na região. “O caminho é sempre a união e o amor entre as pessoas”. Durante a semana, os sete integrantes do movimento junto com a comunidade e Administração Municipal arrecadaram alimentos, roupas, móveis e materiais de limpeza e de higiene. Os donativos foram encaminhados para famílias em Cruzeiro do Sul, Mariante-Venâncio Aires, Arroio do Meio e Estrela.

Cleiton lembra que foram arrecadados também R$ 720 para a compra de materiais de higiene e de limpeza, e revela que o grupo comprou os produtos em 11 mercados de Santa Clara do Sul, abrangendo todas as comunidades. “Foi um forma de também ajudar o comércio local”. Ele conta que os próprios comerciantes ajudaram com doações para a causa. “Foi muito gratificante”.

Cleiton ressalta que a campanha de donativos prossegue, visto que a Assistência Social do município precisa de uma reserva para continuar atendendo a comunidade.

Moção de Apoio

 

“Diante da manifestação feita pelo Movimento Popular, grupo de munícipes de Santa Clara do Sul que considera as medidas adotadas pelo Governo Estadual para a contenção do avanço do COVID-19 como insensatas e radicais, a Câmara de Vereadores de Santa Clara do Sul, através de suas atribuições, propõe a discussão sobre referida pauta, elencando as seguintes considerações:

  1. Considerando que o isolamento e distanciamento social foram impostos como necessários para que, durante o período de lockdown, se buscasse uma solução para o COVID-19, e se reestruturasse o sistema de saúde pública, e que mesmo após 5 meses do início das restrições continuamos sem um planejamento eficaz para a motivação da economia sem descuidar da saúde;
  2. Considerando que a saúde pública não se resume apenas ao cuidado com o COVID-19, pois tem ligação direta com a fome e o desemprego;
  3. Considerando que o “abre e fecha” do comércio e demais serviços agrava ainda mais a situação econômica do Estado;
  4. Considerando que qualquer trabalho que provê o sustento familiar é essencial;
  5. Considerando que tais medidas restritivas de isolamento e distanciamento social infringem vários direitos garantidos ao povo pela Constituição Federal, entre eles, os do Artigo 6º que diz que: ‘São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.

Conclui-se que é urgente e imprescindível a adoção pelo Poder Executivo de medidas plausíveis que atendam a sociedade gaúcha como um todo, reativando a economia sem descuidar da saúde. Desta forma, esta Câmara Municipal manifesta total apoio à causa”.

]]>
Movimento Popular busca preservação de direitos e dos empregos e pede apoio na região Fri, 10 Jul 2020 11:22:54 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1141/?movimento-popular-busca-preservacao-de-direitos-e-dos-empregos-e-pede-apoio-na-regiao.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1141/?movimento-popular-busca-preservacao-de-direitos-e-dos-empregos-e-pede-apoio-na-regiao.html O grupo Movimento Popular, iniciado nesta semana em Santa Clara do Sul, participou da sessão da Câmara de Vereadores de quarta-feira, dia 08, para buscar apoio em sua busca pela preservação de direitos e dos empregos. Eles demonstram e insatisfação com o governo estadual devido às restrições das atividades econômicas, e indicam que o trabalho, aliado aos cuidados sanitários, é a melhor medida para que a pandemia seja superada.

Na tribuna, o representante do movimento, Tiago Schorr, expôs o abaixo-assinado com 428 assinaturas, colhidas em dois dias, e assim mostrou que a comunidade tem apoiado o fim do "abre e fecha" do comércio, assim como o incentivo do trabalho. Ele ressalta que o grupo não representa partido político e jamais atuará de forma irresponsável, e que não defenderá lado político para que não haja aumento na polarização existente no país. “Entendemos que há um risco patológico, mas temos que pensar nos empregos”.

Schorr entende que o mesmo governador que impõe regras de restrição aos prefeitos é o que desrespeita direitos previstos na Constituição, e cita os direitos sociais: educação, saúde, alimentação, trabalho, moradia, o transporte, lazer, segurança, previdência social, proteção a maternidade e infância e assistência aos desamparados. Diz que o governador se contradiz sobre os cuidados da Saúde quando não incentiva o aumento dos empregos e das oportunidades. Por fim, pediu apoio aos vereadores para que se busque uma mobilização em municípios vizinhos, por meio de moção, com intuito de que o protesto chegue até a Assembleia Legislativa. Diante disso, os vereadores se mostraram dispostos a contribuir.

]]>
Plano de suporte às empresas do município é apresentado na Câmara Fri, 10 Jul 2020 10:49:51 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1140/?plano-de-suporte-as-empresas-do-municipio-e-apresentado-na-camara.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1140/?plano-de-suporte-as-empresas-do-municipio-e-apresentado-na-camara.html A convite dos vereadores, a presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social de Santa Clara do Sul (Comdescla), Patrícia Herrmann, abordou na sessão dessa quarta-feira, 08, o plano de reestruturação e capacitação empresas locais por meio de curso do Sebrae. O investimento é voltado para todos os setores: comércio, indústria, serviços e meio rural, e inicialmente sestão abertas 50 vagas.

Segundo Patrícia, a curso visa reestruturar caixa e os sistemas adotados nas empresas, promovendo otimização. Informa que o investimento para cada interessado representaria R$ 5 mil caso fosse contratada uma empresa particular, e informa que custos são divididos entre Sebrae e Administração Municipal; ou seja, será gratuito para os inscritos.

Como exemplo, ela detalhou uma medida que aplicou em sua loja, por meio de uma consultoria contratada por conta própria, para diminuir os custos e assim não precisar vender tanto para cobrir os custos e endividar os clientes. Conta que o aprendizado fica de legado para após a pandemia.

 

Restruturação da associação comercial

 

De acordo com Patrícia, é necessário reestruturar a associação comercial de Santa Clara do Sul, que segundo ela não está mais atuantes. “Muitas pessoas reclamam, mas é difícil encontrar voluntários para retomar as ações que cabem legalmente à associação, como sorteio de motos”. Informa que na semana seguinte será feita uma convocação para a formação de nova diretoria.

]]>
Vereadores aprovam repasse para obras do Centro de Monitoramento Regional Fri, 03 Jul 2020 14:12:48 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1139/?vereadores-aprovam-repasse-para-obras-do-centro-de-monitoramento-regional.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1139/?vereadores-aprovam-repasse-para-obras-do-centro-de-monitoramento-regional.html Os vereadores aprovaram por unanimidade, na sessão realizada na quarta-feira, dia 1º, o projeto de lei que autoriza o repasse de R$ 3.301,50 à Associação Lajeadense de Segurança Pública (ALSEPRO), o que representa cinquenta centavos por habitante. O recurso vai colaborar na conclusão das obras do Centro de Monitoramento Regional, a ser operado junto à sede do 22º Batalhão de Polícia Militar (22º BPM) de Lajeado. A justificativa para o investimento está a elevação dos indicadores de criminalidade nos últimos anos.

 

Coleta do lixo eletrônico vai até 10 de julho

Na tribuna, o vereador Edson Mallmann (MDB) abordou a campanha de recolhimento recolhimento do lixo eletrônico, que se estende até o dia 10 deste mês e tem pontos específicos de coleta: Sampaio - Ilson Sell e Centro Comunitário Armindo Bruch; Chapadão - Waldir Schönhals; Nova Santa Cruz - EC Cruzeiro e CE São José; Sampainho - ASER Sampainho; Alto Arroio Alegre - Associação Comunitária Amizade; Picada Santa Clara - Acélio Jacó Mallmann e Bar e Minimercado Skina; e no Centro - Mecânica do Paulinho Rambo, Biblioteca e Departamento de Obras.

O vereador informa que o Município firmou uma parceria com uma empresa de Lajeado e vai arcar somente com o custo do transporte para o recolhimento, sendo a destinação gratuita. Lembra que pilhas devem ser entregues no STR, enquanto lâmpadas e pneus inutilizados devem ser levados ao local onde forma comprados, o que prevê lei federal.

 

Haas fala sobre empresas locais

 

Presidente do Legislativo, Márcio Luiz Haas (PTB) diz que é preciso ter coragem para ser adversário do atual gestor. Informa que amigos que saíram de reunião com o prefeito pediram para que o pré-candidato não concorresse. Diz não entender qual é o problema de haver oposição, ressaltando que estamos em uma democracia “Parece que ninguém pode ameaçar o que o trono do prefeito Paulinho e da secretária”.

Haas também abordou a ida de parte da produção da empresa Fliegen para Mato Leitão, e parabenizou o prefeito Carlos Bohn, cuja administração concedeu uma área de terras. Também falou sobre o projeto do Del Führ de instalar empresa em Santa Clara do Sul, e torce pela conclusão das tratativas porque considera fundamental a vinda de empresas para a geração de empregos e de recursos para o Município.

Outro assunto abordado foi a compra de chocolates de Páscoa para as crianças. “Apesar de ser de empresa de Estrela, acredito que tenham sido comprados no comércio local”, reiterou. Ele afirma que os produtos poderiam ter sido comprados da empresa Docinho Caseiro, da santa-clarense Clarice Konrad.

]]>
Secretaria da Saúde apresenta relatório de gestão Fri, 03 Jul 2020 10:47:40 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1138/?secretaria-da-saude-apresenta-relatorio-de-gestao.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1138/?secretaria-da-saude-apresenta-relatorio-de-gestao.html Ao final da sessão da Câmara de Vereadores de Santa Clara do Sul, realizada nessa quarta-feira, dia 1º, foi apresentado para apreciação da Casa o Relatório Municipal de Gestão da Saúde do Primeiro Quadrimestre de 2020. Os dados referentes aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril foram dispostos em um telão por Valmeri Schmitt, que representou a Secretaria Municipal da Saúde.

Com recursos municipais foram empenhados, no 1º quadrimestre, o total de R$ 1.691.347,32 (23,08% dos recursos municipais obtidos, sendo que o mínimo constitucional é 15%). Os recursos estaduais e federais constados no relatório, tendo sido liquidados, são: Estaduais: R$ 96.105,88 – Recebido: R$ 184.077,04; Os Federais: R$ 665.139,67 – Recebido: R$ 346.582,43. A apreciação permite que a conclusão do sistema de monitoramento da Gestão em Saúde.

O presidente do Legislativo e servidor da Secretaria de Saúde, Márcio Haas (PTB) fez comentários acerca do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Taquari (Concisa-VT), que desde sua fundação garante economia para o Município. A vereadora Helena Herrmann (MDB), por sua vez, elogiou a apresentação e ressaltou a importância de sempre haver explanação da Secretaria sobre os números da Saúde.  

 

]]>
Saiba o que foi assunto na sessão realizada no dia 24 de junho Tue, 30 Jun 2020 14:41:04 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1137/?saiba-o-que-foi-assunto-na-sessao-realizada-no-dia-24-de-junho.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1137/?saiba-o-que-foi-assunto-na-sessao-realizada-no-dia-24-de-junho.html Durante as quase duas horas da sessão da Câmara de Vereadores de Santa Clara do Sul, realizada no dia 24 deste mês, e sem projetos para apreciação, os vereadores abordaram diversos assuntos na tribuna.

A vereadora Helena Lúcia Herrmann (MDB), também encaminhou dois pedidos para o Executivo. Ela solicitou que seja enviado um representante da Secretaria de Saúde para a próxima sessão, marcada para esta quarta-feira, dia 1º, para apresentar o Relatório Municipal de Gestão da Saúde do Primeiro Quadrimestre de 2020, referente aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril.

A vereadora também solicitou a presença da presidente do CONDESCLA, Patrícia Herrmann, para participar de uma sessão para falar sobre o programa de reestruturação da economia do Município de Santa Clara do Sul. A presença dela é aguardada pelos vereadores, como Marcelo Foltz (PT), que quer tirar dúvidas sobre o auxílio ao comércio.

 

Novas empresas para Santa Clara do Sul

 

Edson Mallmann (MDB) abordou a questão do programa Santa Clara Mais Saudável, uma alternativa de produção rural voltada para os alimentos orgânicos – está completando três anos de criação. E ressalta os resultados adquiridos neste período.

Ele comemora a vinda de novas empresas, entre elas a que vai produzir biscoitos para a linha pet, utilizando alimentos orgânicos produzidos em Santa Clara do Sul. Outro produto da marca sofre hidratação para posteriormente ser moído e destinado para a produção de itens como bolos e cucas. Outra empresa que pode se instalar no município, de acordo com o vereador, é uma empresa que produz a bebida denominada de Kombucha, que é derivada de chás.

 

Por caráter experimental, feira do produtor ocorrerá também às terças

Sobre o canal das vendas, Mallmann informa que existe uma feira no Shopping Lajeado, uma na Praça do Papai Noel, na Univates, junto ao Ginásio dos Esportes. Adianta que também será feita a feira em caráter experimental, a partir de 14 de julho, das 16h às 18h30min, nas terças-feiras, para determinar qual é a procura das pessoas. Além disso, diz que foram criadas parcerias com mercados na intenção de vender produtos orgânicos, como Imec e Languiru.

 

Vereadores discutem sobre o prefeito

Na tribuna, o vereador Mauro Antônio Heinen (MDB) abordou o discurso de Márcio Haas (PTB), da semana anterior, quando o presidente do Legislativo qualificou o prefeito como “ditador”. Em resposta, Mauro reafirma que o prefeito é exigente, firme e não aceita nada abaixo de ótimo, mas que de nenhuma forma se caracteriza como ditador, e que se dependesse do prefeito todas as coisas seriam feitas da forma perfeita.

Diante disso, reafirma que não há problema de Haas não gostar da gestão do prefeito, a qual considera excelente pelos resultados obtidos para a população.

Em resposta, Haas argumentou que a fala do vereador Mauro indica que foi o prefeito que o mandou defendê-lo na tribuna, o que segundo ele reforça sua opinião quanto a ele ser um ditador. Diz ainda que, se quiserem, podem lhe chamar do que quiser, e entende que se o prefeito se achar ofendido pode comparecer à Câmara para se defender. Por outro lado, ele volta a elogiar o prefeito pela sua gestão.

 

Auxílio emergencial é abordado

 

Heinen também contrariou o que foi dito pelo vereador Foltz na semana anterior sobre o fato de sentir vergonha por os agentes públicos receberem em dia e os comerciantes enfrentarem dificuldades. Com a edição de O Informativo de sábado nas mãos, abordou a coluna do Fabiano Conte acerca da lista de pessoas que receberam o auxílio dos R$ 600 sem ter direito, ou que moralmente não teriam direito, e citou um trecho: “vi na lista nome de pessoas críticas ao sistema e que condenam sem dó ou piedade os políticos, mas que não passam de legítimos moralistas de cuecas, que pregam a moral de cuecas” – o eufemismo para hipocrisia. Outro trecho ressaltava que os que se inscreveram sem ter direito cometeram crime de falsidade ideológica, e mesmo devolvendo poderá sofrer inquérito policial, e tem a citação de um agente público de Forquetinha cuja esposa ganhou R$ 1,2 mil. Sobre isso, ele e Mallmann, voltando-se a Foltz, disseram que as pessoas devem aliar a prática e a conduta.

 

Vereadora responde situação sobre o Milho Troca-Troca

 

Rosani Maria Hendges Richter (PP) abordou o que foi dito pelo vereador Heinen na sessão do dia 12 de abril, referente ao pedido dela à Administração Municipal para isentar o produtor rural do pagamento da semente de milho em 2020 – que daria cerca de R$ 50 por produtor – o qual não foi acatado pelo Executivo. Lembra que o vereador disse que ela queria aparecer ou se promover por ser um ano eleitoral. “Eu não preciso disso. Fiz um solicitação como representante também da comunidade rural, ainda mais, de acordo com ela, que se faz isso na secretaria a solicitação desaparece”. Ela ressalta ainda que o vereador fez menção de que ela estava mal-informada por conta de que o município só podia pagar 50%. No entanto, a vereadora reafirma que é conhecedora da lei, e agradece pelo governo estadual ter aumentado a sua contrapartida para auxiliar o produtor.

Em referência à lista dos 50 maiores produtores rurais, entregue pela prefeitura ao vereador Foltz, após pedido, Rosiani diz que cerca de 90% deles plantam milho. Reforça que não há saúde nem educação se as pessoas não têm o que comer, e afirma que esses alimentos vêm dos produtores que não ganharam os R$ 50 do Município.

 

Posto de Saúde volta a ser tema de debate

Helena também retomou assunto da sessão anterior, sobre a fala de Haas acerca da pressa para inaugurar o Posto de Saúde, demonstrou irritação sobre a recorrência do que chama de “picuinhas sobre o posto”. Ela lembra que a empresa pediu prazo de 60 dias por sete vezes e que a inauguração deveria ter sido feita em agosto de 2019. A vereadora volta a elogiar o posto, pela beleza e funcionalidade.

Na tribuna, Haas, menciona que além do HBB, com o qual o Município firmou convênio, existem empresas que praticam bons preços em exames, e em algumas vezes mais baratos. Diz que discute e repete as questões do posto na Câmara porque os assuntos eram levados para seus superiores, mas que talvez por sua maneira de expor as situações pode não ter sido entendido.

O vereador lembra que quando a Helena assumiu a Secretaria da Saúde todos adoraram, mas o que não entenderam foi que logo em seguida ela saiu. Isso porque, lembra o vereador, no dia que Iara saiu, reuniu todos na entrada do posto de saúde, disse que Helena iria assumir. “Inclusive nesse dia chorou, se despedindo porque não seria mais secretária”.

 

]]>