RSS Santa Clara do Sul - RS Notícias de Santa Clara do Sul/RS Thu, 27 Feb 2020 20:33:30 -0300 Thu, 27 Feb 2020 20:33:30 -0300 Zend_Feed_Writer 1.12.21dev (http://framework.zend.com) http://www2.urubici.sc.gov.br/rss Câmara aprova projetos ligados ao turismo Wed, 26 Feb 2020 08:54:49 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1113/?camara-aprova-projetos-ligados-ao-turismo.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1113/?camara-aprova-projetos-ligados-ao-turismo.html Dos quatro projetos aprovados pelos vereadores na sessão da semana passada, dia 19 de fevereiro, dois incentivam o turismo do município. Uma das matérias dispõe sobre a criação do Conselho Municipal do Turismo e do Fundo Municipal do Turismo. Já o outro projeto se refere à implantação da política e do sistema municipal de turismo, com o intuito de promover o desenvolvimento sustentável do setor e atender aos critérios para a inserção de Santa Clara do Sul no mapa nacional deste segmento.

Trata-se de um instrumento de articulação, gestão e fomento na promoção de políticas públicas, que visam à informação e formação para o desenvolvimento do turismo e o bem-estar da população local, tendo como essência a coordenação e a cooperação intergovernamental.

Ambos os projetos visam fomentar a implantação e o desenvolvimento do destino turístico no município, viabilizando seu funcionamento com o apoio de políticas públicas e articulação da comunidade local, no planejamento e na inserção do turismo no município. Sua criação é necessária para atender aos critérios da Política Nacional de Turismo, prevista na Lei n.º 11.771/2008, que tem por objeto conceder incentivos ao planejamento, desenvolvimento e estímulo ao setor.

O Legislativo também aprovou a criação de três vagas do cargo de operário especializado, tendo em vista a grande demanda de trabalhos que compete à Secretaria de Infraestrutura, principalmente de jardinagem, roçadas, manutenção de praças, parques, jardins, prédios públicos, avenidas e ruas, bem como da área de terras da antiga fumageira e do terreno onde está sendo construída a nova Escola de Educação Infantil.

Por fim, os vereadores autorizaram a criação da vaga de assessor de comunicação no Quadro de Cargos em Comissão e Funções Gratificadas da Câmara.

 

Tribuna

Airton Teloken enalteceu o pedido feito pelo colega Marcelo Foltz sugerindo ao governo municipal que conceda o reajuste salarial de 10% aos funcionários públicos. “É justo dar esse aumento aos servidores, pois eles não estão valorizados como deveriam, principalmente os que trabalham no Departamento de Obras”, salientou.

Também ressaltou que sempre irá votar de maneira consciente, de acordo com as suas convicções. “Tenho amigos na oposição e na situação. Mas quero deixar claro que aqui dentro vou votar a favor do que for bom para o município e contra aquilo que eu não achar conveniente. Não voto por política ou partido e sim para o bem de Santa Clara do Sul”, salientou.

Márcio Haas reforçou a fala do colega Airton referente ao aumento reivindicado aos servidores públicos. “Também acho justo esse reajuste de 10%, considerando o aumento do IPTU. Mas sei que é algo muito individual do prefeito”, disse. Ainda frisou que os projetos são segurados não para fazer politicagem, mas para buscar informações adicionais. “Quando o presidente ou algum vereador tiver que segurar um projeto, assim o fará. Isso não quer dizer que somos contra o governo. Inclusive, é uma boa administração. Vocês não vão me escutar falar mal do atual governo”, comentou.

Haas ainda lamentou o fato de os seus pedidos não estarem sendo atendidos pela Secretaria de Infraestrutura. “Fui lá de novo fazer um pedido e vi uma retro parada e um caminhão empoeirado. Eleitores me procuram e relatam que se sentem com medo de fazer pedidos. Quanto aos terceirizados, temos caminhão por R$ 100 a hora. Não sei o motivo de estar pagando. Façam a conta para ver quanto é o custo por mês. Além disso, os produtores estão reclamando que estão desassistidos. Acho que deveria ser mandada uma lei para cá autorizando a realização de acessos a propriedades”, mencionou.

Márcio ainda disse que gostaria de ver a colega Helena Herrmann como secretária municipal da Saúde e que a atual responsável pela pasta estaria cansada e sem comando na secretaria. “Além disso, a gente nota que o prefeito tem usado as mídias regionais para vender Santa Clara, mas às vezes esquece aqui dentro. Agora que é período eleitoral está chamando os munícipes, mas não para tratar de demandas, mas para trocar de partido”, mencionou.

]]>
Câmara autoriza contratação de monitores Wed, 19 Feb 2020 08:36:44 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1112/?camara-autoriza-contratacao-de-monitores.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1112/?camara-autoriza-contratacao-de-monitores.html Os vereadores aprovaram um projeto na sessão da semana passada, 12 de fevereiro. A matéria autoriza o Executivo a contratar, em caráter temporário e atendendo excepcional interesse público, até três monitores educacionais sociais com carga horária semanal de 30 horas para atender a demanda durante o exercício de 2020.

Na tribuna, o vereador Marcelo Foltz falou sobre o pedido feito ao governo municipal para que explique o motivo de não ter encaminhado o decreto de situação de emergência, tendo em vista o fato de vários produtores terem relatado prejuízos na safra de milho devido à falta de chuva, em alguns casos chegando a 30% da produção.

“Até porque municípios vizinhos decretaram e Santa Clara não precisou. Quando a pessoa tem financiamento no banco e existe um decreto aberto, as chances de negociar são maiores. Gostaria de saber como funciona e quais critérios considerados para que o município possa decretar situação de emergência, para que a gente consiga repassar a informação aos produtores quando eles nos questionarem”, destacou.]]>
Aprovado crédito para pavimentação de rua Wed, 12 Feb 2020 08:42:55 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1111/?aprovado-credito-para-pavimentacao-de-rua.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1111/?aprovado-credito-para-pavimentacao-de-rua.html Os vereadores aprovaram três projetos na primeira sessão de 2020 do Legislativo realizada na semana passada, dia 5 de fevereiro. Uma das matérias autoriza o Executivo a abrir um crédito especial de até R$ 420.250,83. Oriundo do leilão do pré-sal, o valor será utilizado pelo município para custear parte da obra de pavimentação da Rua Amábile Maria Piacini, cujo processo licitatório já se encontra em andamento.

Também foi aprovado o projeto que permite ao Executivo conceder a isenção de até uma taxa de água mensal à proprietária Ledi Suzana Ertel pela cessão de uso de uma fração de terras onde se encontra instalado um reservatório de água da rede de abastecimento de Sampaio.

Por fim, o Legislativo autorizou o governo municipal a abrir crédito especial de até R$ 600. O valor é remanescente da verba encaminhada pelo Ministério das Cidades para a pavimentação da Avenida Paulo Décio Goergen e será devolvido para a prestação de contas.

 

Tribuna

Marcelo Foltz ressaltou que no período de recesso da Câmara continuou atuando como vereador e fazendo as tarefas do dia a dia. “A gente seguiu pleiteando serviços e fiscalizando obras. Fico feliz com o término da pavimentação em Picada Santa Clara e com a reforma e ampliação das escolas Frei Henrique de Coimbra e Gustavo Seidel. Espero que sejam concluídas dentro do prazo”, destacou.

O vereador também salientou o fato de ter conseguido trazer emendas para o município. “Em janeiro o deputado federal Heitor Schuch esteve visitando o prefeito. Na oportunidade, entregou uma emenda no valor de R$ 100 mil para custeio da saúde de Santa Clara do Sul, sem a necessidade de contrapartida do governo municipal. O deputado não tem representante nesta Casa, mas sempre faz votos em Santa Clara. E reconheceu que o nosso município também merecia uma ajuda dele”, mencionou.

Foltz também antecipou a confirmação de outra emenda para a área da saúde oriunda do deputado federal Elvino Bohn Gass. “A gente não exerce a função aqui dentro da Câmara, mas fica sempre batalhando para o bem do município. Que tenhamos um ano proveitoso, com muitos debates”, observou.

Helena Herrmann falou da passagem do Dia Mundial de Combate ao Câncer, lembrado em 4 de fevereiro. “Mesmo de férias da liga, estamos atendendo os pacientes e dando todo o suporte necessário. Precisamos trabalhar e falar muito em prevenção. Trata-se de um dia importante para refletir sobre o assunto. Fico feliz pelos resultados alcançados em 2019 e espero que neste ano também seja assim”, salientou.

A vereadora ainda desejou bons trabalhos em 2020 e ressaltou a importância de os colegas ajudarem o município a se desenvolver cada vez mais. “Recebemos os projetos com bastante antecedência e, mesmo assim, três foram segurados. Vocês poderiam ter lido eles antes e tirado as suas dúvidas. Temos que discutir e não apenas segurar. Até porque são projetos simples, sem polêmica, e que têm uma importância muito grande para o município, como os que tratam do turismo. Vamos discutir os projetos e se ainda houver dúvidas, daí podemos segurar”, comentou.

Márcio Haas disse que o ano será proveitoso e de muita discussão. “No caso desses três projetos que foram segurados, tínhamos dúvidas e achamos melhor não colocar para votação. Até porque se fossem à discussão, talvez não passariam e assim poderíamos atrapalhar. Na matéria dos monitores, fui na secretaria, mas a pessoa que estava lá não conseguiu dar maiores explicações. Agora vou ligar atrás e ver a real desse projeto”, frisou.

Segundo o vereador, o fato de as matérias terem sido seguradas por uma semana não vai atrapalhar a vida da educação nem a questão do turismo. “Tem algumas pequenas vírgulas que eu não concordo no projeto dos monitores. E quando temos dúvida não significa que somos contra o projeto. Ao contrário. Vai ser um ano de muitas discussões. E espero que sejam muito saudáveis, sem lados políticos nem partidários, como já está acontecendo lá fora. Eu não tenho medo. Ao contrário, o que esse menino aqui tem é muita coragem. Assim como eu não vou dar a culpa para os outros por meus erros, espero que isso aconteça do outro lado também”, finalizou.

]]>
Márcio Haas presidirá a Câmara de Vereadores em 2020 Thu, 26 Dec 2019 21:30:04 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1110/?marcio-haas-presidira-a-camara-de-vereadores-em-2020.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1110/?marcio-haas-presidira-a-camara-de-vereadores-em-2020.html Câmara de Santa Clara do Sul – A última sessão do ano, realizada dia 19 de dezembro, teve a escolha da Mesa Diretora para 2020. A única chapa inscrita, formada por Márcio Haas (PTB) na presidência, José Matthes (PP) como vice e Rosani Richter (PP) no cargo de secretária, foi eleita com cinco votos a favor e quatro votos contrários. O trio comandará os trabalhos a partir de 5 de fevereiro, quando está prevista a primeira reunião ordinária do próximo ano.

Márcio Luiz Haas (PTB) agradeceu aos colegas que votaram na sua chapa e disse não ser surpresa ter recebido quatro votos contrários. “Deixei de fazer parte do grupo a partir do momento em que a postura da administração municipal mudou, mas o desgaste já vem de mais tempo. Tentei levar ideias ao prefeito, mas elas não são aceitas. O PTB como partido nunca obrigou ninguém a votar neste ou naquele projeto, ao contrário do MDB. A palavra que foi dada foi quanto às presidências”, salientou.

Haas comentou que não são aceitas para o cargo de secretário municipal pessoas sem faculdade. “Porém, o valor do voto é o mesmo de quem tem e de quem não tem faculdade. Peço desculpas a Helena e ao Ferla e desejo a todos muito sucesso na caminhada e um Feliz Natal e abençoado Ano Novo”, ressaltou.

Gilmar Antônio Hermes (PTB) agradeceu à presidente Helena Herrmann pelas atividades realizadas à frente do Legislativo em 2019. “Fez um trabalho excelente como presidente e, com certeza, a Câmara está muito melhor graças à sua dedicação. Você é uma pessoa maravilhosa, muito profissional e dedicada em tudo o que faz”, destacou.

Hermes também agradeceu aos assessores pelo empenho, dedicação e profissionalismo, assim como aos colegas vereadores. “Que a gente possa deixar um legado às pessoas e deixá-las mais felizes. Um Feliz Natal e um ótimo Ano Novo a todos”, frisou.

Helena Lúcia Herrmann (MDB) agradeceu às palavras do colega Gilmar e justificou o seu voto contrário à chapa da nova mesa diretora. “Sou fiel ao partido e às pessoas”, disse. Informou que devolveu à administração municipal o valor de R$ 150 mil remanescente da Câmara de Vereadores e solicita que esta quantia seja destinada às Secretarias da Saúde e da Educação para equipar os prédios da EMEI nova e da Unidade Básica de Saúde, além de servir para a capacitação do funcionalismo público.

A vereadora ainda lembrou de todas as entidades, grupos e escolas que passaram pelo Legislativo em 2019 por meio do projeto Comunidade na Câmara. Segundo ela, no total foram 10 grupos que tiveram seus trabalhos expostos e divulgados, 22 pessoas usaram o espaço da tribuna livre e 215 pessoas vieram assistir às sessões durante o ano.]]>
Presidente faz um balanço das ações de 2019 Thu, 19 Dec 2019 17:31:55 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1109/?presidente-faz-um-balanco-das-acoes-de-2019.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1109/?presidente-faz-um-balanco-das-acoes-de-2019.html Santa Clara do Sul – Na sessão do Legislativo realizada na segunda-feira, dia 16, Helena Herrmann fez um resumo do trabalho enquanto presidente da Câmara em 2019. “Tive a oportunidade de participar de muitos eventos, especialmente a Feira das Flores e da Agroecologia, onde tive o privilégio de representar o Legislativo num evento tão importante. Também pude representar o prefeito alguns momentos, além de prestigiar várias reuniões da Avat. Tudo serviu como aprendizado”, destacou.

A presidente também citou o curso de multiplicadores do meio ambiente realizado pelo Consórcio Cipae G8 em parceria com a Univates. “Eu me eduquei ambientalmente, mudei meus hábitos e repassei o aprendizado a outras pessoas. É importante que a gente mantenha e intensifique as ações de proteção ao meio ambiente. Inclusive, substituímos os copos plásticos por canecas na Câmara”, observou.

Helena ainda ressaltou que ser presidente do Legislativo é uma honra. “Representamos o município para todo o Vale. Tentei fazer o meu trabalho com seriedade e da melhor maneira possível. Teve vários projetos importantes nessa Casa, com discussões boas e outras negativas. Sou favorável ao debate, desde que ele realmente traga benefícios. Acho que devemos melhorar e crescer nessa parte. Espero que tenha respeitado vocês, vereadores”, salientou.

A presidente agradeceu pela paciência e entendimento dos colegas neste ano em que esteve à frente da Câmara de Vereadores. “Uma das ações que mais me deixou feliz é ter conseguido melhor a estrutura do Legislativo, que agora tem móveis novos e uma pia para não precisarmos usar o banheiro para lavar copos, por exemplo”, comentou.

Por fim, Helena fez um agradecimento especial aos assessores do Legislativo, Juliana Baiocco (assessora jurídica), Rafael Simonis (assessor de imprensa) e Gabriela Franz (secretária), que segundo ela auxiliam muito no trabalho da Câmara. E desejou um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de realizações, saúde e paz a todos.

João Carlos Heinen manifestou sua indignação em relação à mensagem que circulou nas mídias sociais de que ele e os colegas Márcio Haas e Airton Teloken teriam votado contra o projeto de reajuste salarial dos educadores infantis. “A pessoa que fez isso deve ter sido motivado por interesses políticos”, lamentou.

De acordo com o suplente de vereador, o colega Airton Teloken tem o direito de baixar o projeto para estudos. “Os vereadores são os representantes dos eleitores e têm o direito e o dever de fazer isso, de analisar bem as matérias”, disse Heinen, enaltecendo que sempre defende a classe dos professores. “Sei a trajetória de um professor até chegar a educar as crianças e os nossos filhos. Hoje somos o que somos pela nossa família e pelos professores. Jamais iria denegrir a imagem deles”, salientou.

Heinen disse que o aumento aos educadores infantis é merecido. “Não teríamos um município dessa envergadura se não tivéssemos os professores. Eles merecem esse reajuste assim como outros servidores também merecem. A pessoa que inventou isso não deve estar com a consciência tranquila. Os vereadores estão fazendo um trabalho digno e as discussões que ocorrem esporadicamente são salutares. Agradeço a compreensão e desejo a todos um Feliz Natal e Ano Novo”, finalizou.

A educadora infantil Raquel Zíllio ocupou o espaço da tribuna para agradecer pela aprovação do aumento salarial de 10% concedido aos educadores infantis. “Agradeço ao secretário Mauro Heinen pelo olhar sensível à educação de Santa Clara do Sul, ao prefeito Paulo Kohlrausch por ter encaminhado o projeto e aos vereadores por terem aprovado esse reajuste”, frisou.

Raquel salientou a importância de se investir em educação. “Países de referência no mundo valorizam os profissionais que atuam na educação. O Brasil ainda caminha a passos lentos, mas a gente vem conquistando espaço nos últimos anos”, disse a educadora, enaltecendo o trabalho desses profissionais pelo fato de parte dos valores de um indivíduo são moldados na infância.

Segundo a educadora, tudo aquilo que irá moldar a personalidade desse futuro cidadão começa a ser desenhado na educação infantil. “As crianças ficam 12 horas por dia com as educadoras infantis. Ainda lidamos com os pais. Precisamos ter cuidado e um olhar sensível para acolhê-los também, lidando com suas dúvidas e emoções. Pelo investimento que os profissionais da educação fazem, principalmente na busca pelo conhecimento, é justo serem valorizados”, disse.

]]>
Reajuste dos professores é discutido na Câmara Mon, 16 Dec 2019 18:45:52 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1108/?reajuste-dos-professores-e-discutido-na-camara.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1108/?reajuste-dos-professores-e-discutido-na-camara.html Santa Clara do Sul – A sessão da Câmara de Vereadores da semana passada, dia 11, foi marcada pelo debate referente ao projeto que tratou sobre o reajuste salarial de 10% dos ocupantes dos cargos de educador infantil, monitor educacional e social, monitor e recreacionista, o qual acabou sendo aprovado pelos vereadores.

Airton Teloken esclareceu o motivo de ter segurado o projeto na sessão anterior. “Eu precisei de professor, meu filho também e vocês merecem. Apenas segurei para entender melhor a matéria. Não estou aqui para aprovar todos os projetos sem analisar primeiro”, comentou.

O vereador ressaltou que o papel dele é defender todos os funcionários públicos de maneira igualitária. “O problema é que em todos os fins de ano são enviados a essa Casa projetos de aumento de salário. Ano passado também segurei uma matéria para entender melhor. Essas situações deveriam ser encaminhadas mais na metade do ano. Admiro os professores, mas devemos ser mais igualitários, tem outras classes dentro do funcionalismo público que também merecem aumento. Tenham certeza que nós, vereadores, vamos ser criticados por termos aprovado só o reajuste dos professores”, salientou.

Teloken ainda frisou a sua indignação com uma mensagem que circulou nas redes sociais de que ele e outros vereadores teriam votado contra o projeto. “Essa é uma informação totalmente equivocada. Na verdade, apenas segurei o projeto para discutir e avaliar melhor. Segurei para dar um pequeno susto na nossa administração municipal, para que não envie mais matérias de aumento salarial em dezembro”, disse.

Márcio Haas também se manifestou sobre o assunto. “Infelizmente circulou uma mensagem dizendo que eu e os colegas Airton e João Heinen teríamos votado contra o projeto. Não se sabe de onde saiu isso, mas com certeza foi sacanagem. A matéria foi retida apenas para uma melhor análise. Se tem alguém que defende os professores, é o Márcio Haas. Até moção de apoio fizemos à classe para tentar impedir a aprovação das mudanças no magistério estadual. Sempre falo que o professor é um anjo que cuida das nossas crianças, que estão nas escolas ensinando enquanto nós, pais, estamos terceirizando a educação dos nossos filhos. Não temos palavras para externar nossa gratidão”, destacou.

Haas complemento dizendo que outros servidores irão questionar o motivo de ter sido aprovado o reajuste apenas aos professores. “Pena que lá trás já não foi incluído no Plano de Carreira. Agora em diante vão circular mais notícias direcionadas ao vereador Márcio Haas, até namorada vão arrumar. Mas não consigo ficar com raiva de ninguém. Estou muito bem comigo mesmo”, mencionou.

O vereador ainda destacou a sua felicidade pela aprovação do projeto. “Quero desejar a todos os professores um Feliz Natal e um próspero Ano Novo. Fico feliz em ver que hoje minhas filhas chegam em casa e mostram os resultados positivos alcançados com o apoio dos professores”, observou.

Marcelo Foltz disse ter votado contra vários projetos nesses últimos anos por não concordar com algumas coisas, mas que acabou sendo voto vencido. “Somente um conseguimos derrubar, em 2018, que aumentava o salário de um servidor que estava entrando na Prefeitura e não queria ganhar a mesma coisa que o funcionário anterior estava recebendo para exercer a mesma função”, salientou.

O vereador também questionou a atuação da imprensa que, na sua opinião, parece estar peneirando algumas falas que seriam importantes para a população. “O que me deixa desanimado”, comentou.

Foltz ainda destacou que dos sete projetos aprovados na sessão, cinco tinham caráter de urgência. “Quando é urgência, a matéria pode circular apenas dez dias. Parece que nós somos forçados muitas vezes a votar. E quando a gente discute um projeto parece que a situação se incomoda. No caso do reajuste salarial, a gente é favor do aumento, mas com igualdade”, ressaltou.

O vereador também falou do projeto que entrou na Casa neste ano sobre o plantão da ambulância. “Tinha cinco motoristas e um recebeu gancho. Ainda sim sobraram quatro. Sendo que antigamente tinha três motoristas. Entendo que a população era menor, mas as horas eram as mesmas. Cada um escolhe sua profissão. Na época o projeto foi segurado na Câmara e acabou sendo retirado pela administração municipal, que depois abriu decreto e contratou uma empresa para fazer o plantão. Porém, o salário dos motoristas não mudou”, questionou.

Gilmar Hermes agradeceu a administração municipal por estar possibilitando esse aumento salarial aos professores. “O Brasil está entre os piores países do mundo em educação, que é uma área extremamente importante. Por isso, é justo oferecer esse aumento à classe. Quanta fofoca e intriga ocorreram hoje aqui por causa das fake news. Sempre digo que a internet dá voz a uma multidão de imbecis. E nós não podemos entrar nessas picuinhas”, disse.

O vereador ainda destacou que todos os projetos encaminhados pelo governo municipal são muito discutidos internamente. “E o colega Márcio sabe que surgem necessidades de última hora que precisam de urgência. Isso acontece em todos os municípios do Rio Grande do Sul”, observou. Por fim, parabenizou os professores pelo amor, carinho e dedicação que têm com as crianças.

De acordo com a vereadora Helena Herrmann, quando há público na câmara as sessões parecem que ficam diferentes. “Não gosto de demagogia nem de picuinhas”, frisou. Segundo ela, teve um projeto sobre o qual ninguém se manifestou na semana passada, que fala dos incentivos à Calçados Beira Rio. “É algo maravilhoso para o desenvolvimento do município e passou reto. Quanto à questão de buscar mais informações sobre os projetos, isso depende de cada um como vai fazer. Se a reclamação é de que as matérias vieram em regime de urgência, então não vamos fazer férias. Daí a prefeitura não precisa mandar em regime de urgência para conseguir aprovar dentro do ano. Também acho que os vereadores devem cumprir horários. Não chegar em cima da hora”, disse. Por fim, desejou sucesso aos professores e que continuem persistindo sempre.

 

Demais projetos aprovados

- Autoriza o Poder Executivo a contratar, em situação de emergência e de forma temporária, um odontólogo saúde bucal com carga horária de 40 horas semanais em substituição aos servidores profissionais titulares que gozarão suas férias regulares, perdurando enquanto da tramitação e conclusão do processo de concurso e respectivas nomeações.

- Autoriza o Poder Executivo a abrir um crédito suplementar no valor de R$ 463.500,00 para remanejamento de rubricas.

- Autoriza o Poder Executivo a abrir um crédito suplementar no valor de R$ 349.050,00 para remanejamento de rubricas.

- Autoriza o Poder Executivo a abrir um crédito suplementar no valor de R$ 361.050,00 para remanejamento de rubricas.

- Prorroga por mais dois anos o incentivo fiscal de devolução de 50% da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) gerado pela empresa Calçados Beira Rio SA, deduzidos os percentuais legais vinculados, a partir de R$ 164.378,35.

- Autoriza o Poder Executivo a contratar mais um médico da Família para atender excepcional interesse público e em caráter temporário.]]>
Grupo de danças alemãs apresenta atividades Wed, 11 Dec 2019 14:49:39 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1107/?grupo-de-dancas-alemas-apresenta-atividades.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1107/?grupo-de-dancas-alemas-apresenta-atividades.html Câmara de Santa Clara do Sul – A sessão do Legislativo realizada na semana passada, 4 de dezembro, teve a presença de representantes do Grupo de Danças Alemãs Frölicher Kreis e da Escola Estadual de Ensino Médio Santa Clara.

Coordenadores do grupo de danças, Alan Patrick e Luisa Rambo utilizaram a tribuna para falar um pouco sobre a história e as atividades desenvolvidas pela entidade nesses 27 anos de existência no município. A participação faz parte do projeto “Comunidade na Câmara”, onde instituições públicas e privadas têm a oportunidade de divulgar seus trabalhos realizados.

Luisa ressaltou que desde a fundação, em março de 1992, o grupo tem se fortalecido cada vez mais. Segundo ela, o primeiro traje utilizado pelos integrantes foi doado pelo Clube Centro de Reservistas. “Hoje somos filiados à Associação Cultura de Gramado, entidade que representa a cultura alemã”, salientou.

De acordo com a coordenadora, todos os integrantes das diretorias que passaram pela entidade foram muito importantes para o seu desenvolvimento. “Vale ressaltar que a maioria trabalha de forma voluntária. Fazem as atividades porque gostam. Também é importante o envolvimento dos pais, para que motivem os filhos a participarem das atividades”, disse Luisa, enaltecendo o evento de danças promovido pelo Frölicher Kreis em julho deste ano que reuniu em torno de 20 grupos de todo o Estado.

Alan Patrick, por sua vez, agradeceu ao governo municipal pelo apoio dado à entidade. “Além de nos oferecer o transporte, o município cede a professora Júlia Zanatta para coordenar as categorias menores. Espero que a parceria continue e se fortaleça cada vez mais, pois nós somos uma família que se dedica e ajuda a divulgar Santa Clara do Sul”, observou.

O coordenador ainda enalteceu o fato de a administração municipal valorizar a sua história e os seus valores. “As pessoas que vem nos visitar de fora ficam encantadas com a beleza, organização e hospitalidade do nosso município. Queremos envolver cada vez mais pessoas para ampliar ainda mais a cultura da dança alemã”, frisou.

Presidente do Legislativo, a vereadora Helena Herrmann parabenizou a diretoria e todos os participantes do Frölicher Kreis pelas atividades desenvolvidas nesses 27 anos de história. “Estou maravilhada com o trabalho realizado, de difundir o folclore alemão. Manter uma entidade por tanto tempo é difícil. Estão divulgando o município. Desejo sorte e sucesso. Estamos à disposição para auxiliar”, salientou.

 

Escola Estadual

Em nome dos educadores e dos alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Santa Clara, o diretor Sérgio Campos e o estudante Leonardo usaram o espaço da tribuna para agradecer à Câmara pelo posicionamento contrário ao projeto do Governo do Estado que afeta a classe dos professores. “Bom ver que em Santa Clara do Sul, diferentemente do país, a educação é valorizada. Nós, alunos, somos a segunda parte mais atingida com essa revisão do Plano de Carreira do Magistério, pois já percebemos mudanças nos comportamentos de professores, que se sentem menos motivados a dar aulas”, mencionou Leonardo.

O diretor Sérgio enalteceu o apoio recebido pelos vereadores e pediu a todos para que pressionem seus deputados a votarem contra o projeto. “Quase todos os municípios do Estado fizeram moções de apoio aos professores. É triste ver o Rio Grande do Sul, que já foi considerado o mais poderoso economicamente no país, chegando a esse ponto”, lamentou.

Campos se referiu ao ex-presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, para salientar a importância de se investir na educação. “Depois de ter passado por uma guerra, ele disse que não teria dinheiro para reconstruir todas as casas, prédios e pontes destruídas. Mas que investiria tudo em educação, pois essa seria a melhor forma de reerguer tudo outra vez”, lembrou.

De acordo com o diretor, o que falta para o Estado é eleger um governador que valorize a educação e veja ela como prioridade. “O ano tem 12 meses e a gente recebe 10. Estamos com dois meses atrasados e quando recebemos, os valores são parcelados. Estamos completando o período de seis anos sem ter aumento. Quanto ao 13º salário, recebi a 11ª parcela de 2018”, lamentou.

Campos reforçou o agradecimento ao prefeito, vereadores e secretário municipal de Educação por estarem apoiando a causa dos professores. “É descabível tirar dos mais fracos, que já recebem pouco. Precisamos de professores motivados, que recebam em dia, para que tenhamos uma educação de qualidade. Em 1991 fiz parte da fundação da Escola Estadual, que virou uma opção para quem não tem condições de pagar um colégio particular. A educação precisa ser tratada com carinho”, finalizou.

Helena Herrmann parabenizou a direção da Escola Estadual pelo trabalho realizado e pela mobilização em favor dos professores. “Fico feliz em ver que os deputados visitados estão em defesa dos professores. Todos nós, vereadores, defendemos a causa. Afinal, trata-se de uma profissão primordial para todos nós”, destacou.

João Carlos Heinen reforçou o pedido feito à Secretaria Municipal de Infraestrutura para que faça uma manutenção nas praças públicas, principalmente na Alberto Luiz Heinen. Segundo ele, o local recebe muitas crianças e necessita de melhorias. “Tem tábuas e brinquedos quebrados. Também precisa cortar a grama e cuidar um pouco mais”, alertou.

Marcelo Foltz se manifestou referente ao pedido feito ao poder público para que amplie a assistência ambiental aos agricultores. “Peço que a administração municipal olhe com carinho, já que as exigências ambientais estão cada vez maiores e isso pode fazer com que colonos parem de produzir, principalmente os de mais idade”, salientou. Sugere que o Executivo aumente o prazo para execução de projeto e ART para seis meses dentro do município. E que seja revisto o valor da taxa municipal e da vistoria feita pelo governo municipal.

Em resposta aos vereadores, Helena Herrmann ressaltou o trabalho desenvolvido pelo Departamento de Obras que, segundo ela, tem cuidado muito bem do município. Também lembrou que o projeto contendo as taxas ambientais passou na Câmara e foi aprovado por todos os vereadores. “A Prefeitura tem que seguir as leis estadual e federal, cumprido as determinações dentro do município”, finalizou.

Projetos aprovados

- Autoriza o Poder Executivo a abrir um Crédito Especial no valor de R$ 26 mil para comprar equipamentos de informática em substituição aos que estão obsoletos e considerando a ampliação da Unidade Básica de Saúde.

- Cria vagas de orientador social, de odontólogo de Saúde Bucal e de médico clínico geral no Quadro de Pessoal Efetivo.

- Autoriza o Executivo a contratar, em situação de emergência e atendendo excepcional interesse público, temporariamente, um orientador social em substituição a titular designada para atuar na coordenação do Departamento de Assistência Social.

]]>
Câmara aprova orçamento de R$ 26 milhões Wed, 04 Dec 2019 14:30:45 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1106/?camara-aprova-orcamento-de-r-26-milhoes.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1106/?camara-aprova-orcamento-de-r-26-milhoes.html O projeto que estima a receita e fixa a despesa do município para o exercício financeiro de 2020 foi aprovado pelo Legislativo na sessão realizada dia 27 de novembro. De acordo com a proposta, o orçamento será de R$ 26 milhões para o ano que vem. A locação e distribuição de recursos obedecem ao que foi estabelecido e previsto nas metas do Plano Plurianual e na Lei de Diretrizes Orçamentárias, já aprovadas pelos vereadores.

Atendendo normas de finanças públicas, a receita foi orçada com base nas transferências constitucionais e na receita própria. O embasamento se deu perante os demonstrativos de previsão repassados pelos governos federal e estadual, além de estudos técnicos praticados pela equipe administrativa relacionados às possibilidades de arrecadação.

Quanto à despesa, a administração municipal usou como parâmetro o corrente exercício financeiro e as projeções de novas metas, programas e atividades. A proposta orçamentária foi elaborada e discutida em audiência pública realizada dia 24 de outubro, no Centro Administrativo.

Outra matéria aprovada trata da nova redação da legislação que dispõe sobre a Política Municipal de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente, sobre a criação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, do Fundo Municipal para a Criança e o Adolescente e do Conselho Tutelar do município.

]]>
Câmara se mobiliza em apoio aos professores Wed, 27 Nov 2019 10:16:32 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1105/?camara-se-mobiliza-em-apoio-aos-professores.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1105/?camara-se-mobiliza-em-apoio-aos-professores.html Santa Clara do Sul – O projeto do Governo do Estado que revisa todo o plano de carreira do Magistério mobiliza a Câmara de Santa Clara do Sul desde a semana passada. De forma unânime, os vereadores são contrários às mudanças que afetam a classe dos professores.

Nessa segunda-feira, dia 25, a presidente do Legislativo, Helena Herrmann, e os vereadores Eduardo Ferla e Gilmar Hermes estiveram na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, onde entregaram uma moção de apoio aos professores do Estado nos gabinetes dos deputados Edson Brum, Gabriel Souza e Tiago Simon.

A mesma reivindicação também foi protocolada na presidência da Casa para que seja entregue ao presidente Luís Augusto Lara. A moção ainda será enviada de forma eletrônica aos gabinetes de todos os 55 deputados do Rio Grande do Sul.

Entre os pedidos dos professores estão o fim do regime de urgência na votação e o voto contrário dos deputados ao pacote que afeta todos os servidores públicos do Estado, mas em especial ao projeto 507, que atinge os professores.

O deputado Edson Brum adianta que votará contra a matéria que prejudica o Magistério. “Os professores já ganham pouco. Então, é injusto que sejam tirados os poucos benefícios que eles ainda têm. Se o projeto for à votação, serei contrário”, observa.

Dos oito projetos que compõem o pacote, alterando mais de 100 regras do funcionalismo, o 507 revisa todo o plano de carreira do Magistério, em vigor desde 1974. Dentre as mudanças, o governo prevê pagar o piso nacional dos professores, mas sem levar em conta os adicionais e benefícios adquiridos ao longo da carreira.

Conforme o Cpers, no atual plano de carreira do Magistério, a diferença do salário básico entre o topo e o início da carreira é de 200%. Já a proposta do governo Eduardo Leite baixa essa diferença para 52%. Entre o nível médio e o doutorado, sem alteração de classe, o Piratini prevê apenas 7% de aumento.

Na Previdência, o projeto prevê alíquotas de 5% a 14% para quem ganha acima do teto, e algum tipo de contribuição, inclusive, para os que recebam um centavo acima do salário-mínimo – hoje em R$ 998. Na Assembleia, o texto tramita em regime de urgência e depende de maioria simples para ser aprovado em plenário.

 

Apoio do Legislativo

Na sessão da semana passada, professores e alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Santa Clara lotaram a sede da Câmara para pedir o apoio dos vereadores contra a votação do projeto do governador Eduardo Leite.

Gilmar Hermes se disse feliz em ver os professores lutando pelos seus direitos e ao mesmo tempo triste em ter que discutir um projeto que mais uma vez tenta tirar benefícios de servidores de uma área tão importante, que é a educação. “A reivindicação dos professores é justa e honesta. Está na hora de colocar um fim nisso. Onde fica a qualidade da educação”, questionou.

O vereador ainda citou que hoje em dia o professor praticamente paga para trabalhar. Hermes também disse ter parado de lecionar na Escola Estadual porque o salário não compensava o alto volume de trabalho. “Infelizmente o educador não é valorizado como merece”, reclamou.

Márcio Haas parabenizou os professores e alunos por estarem se mobilizando em favor dos seus direitos. Disse ter se sensibilizado com a causa assim que recebeu a demanda do diretor da Escola Estadual, Sérgio Campos. Pediu que fosse encaminhada a moção de apoio para os gabinetes de todos os deputados estaduais. “O mesmo endereço eletrônico que eles usam para mandar recados e felicitações também pode servir para encaminhar as nossas demandas”, reforçou.

De acordo com o vereador, a primeira reivindicação é para que os deputados convençam o governador para que retire o regime de urgência na votação do projeto. “Acredito que isso vai acontecer, porque a pressão é muito grande. E no meu pedido também solicito que sejam atendidas as reivindicações dos professores e demais servidores públicos que serão afetados caso o pacote seja aprovado. Temos que valorizar os nossos professores, pois grande parte do que aprendi na vida foi com a ajuda deles”, salientou.

Helena Herrmann também enalteceu a mobilização dos professores. “Minha filha é educadora e eu sei da responsabilidade que vocês têm, de sempre estarem firmes para ensinar nossas crianças e adolescentes”, destacou. A vereadora sugeriu aos colegas para que procurem os deputados dos seus partidos e peçam o apoio deles contra o projeto que, dentre as mudanças, prevê o fim das gratificações para aposentadoria e fim da licença-saúde. “Ou seja, o professor não terá mais direito de ficar doente”, reclamou.

 

Calendário de Eventos

Marcelo Foltz pediu à presidência da Câmara e aos colegas para que, caso haja necessidade, comecem a segurar projetos de porte maior, como o do Calendário de Eventos. “O projeto do calendário foi aprovado sem o evento regional do Dia Internacional da Mulher realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Ainda bem que fiquei sabendo e pelo menos será possível acrescentá-lo na versão que será impressa e entregue à comunidade”, frisou.

O vereador ainda elogiou o projeto do Executivo que prevê a ampliação de duas escolas do interior. “Lembro que o colégio em Sampainho foi construído a partir de um projeto arquitetônico pronto, por se tratar de recurso federal. Em 2012 ocorreu a inauguração e agora serão feitas várias adequações. Inclusive, na época se falava que a Gustavo Seidel se transformaria em uma escola polo, mas isso não ocorreu”, disse.

Por fim, Foltz pediu à Secretaria de Infraestrutura para que informe o motivo do cancelamento do roteiro de reuniões que estava previsto para ocorrer no interior do município.]]>
Vereadores aprovam Calendário de Eventos Wed, 20 Nov 2019 10:53:23 -0300 http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1104/?vereadores-aprovam-calendario-de-eventos.html http://www2.urubici.sc.gov.br/noticia/visualizar/id/1104/?vereadores-aprovam-calendario-de-eventos.html Santa Clara do Sul – O projeto que trata do Calendário de Eventos do município para 2020 foi aprovado por unanimidade na sessão do Legislativo realizada na semana passada, dia 13 de novembro.

A programação foi definida em comum acordo por representantes da administração municipal, entidades, líderes comunitários e Câmara de Vereadores em reunião realizada no dia 23 de outubro, na sede legislativa.

O Calendário de Eventos disciplina as mais variadas atividades ao longo do próximo ano, sejam elas culturais, educacionais, esportivas ou de cunho social. Também informa a população sobre as festividades de 2020 e evita conflitos de datas.

O destaque fica por conta das programações festivas das entidades culturais do município, especialmente os bailes de Kerb e do Associado, entre outras atrações. Também apresentará o hino municipal, os feriados e os telefones úteis.

]]>